Banner-Glovestandards

NORMAS PARA LUVAS DE PROTEÇÃO

» EN 407        » ASTMF2375         » EN 388       » EN 420 / EN ISO 21420         » ANSI CUT

As luvas de proteção são certificadas e testadas de acordo com diferentes normas para fornecer informações ao utilizador e para se escolher a luva certa com a proteção correta para a sua área de trabalho específica.


Use luvas com proteção contra chamas e arco elétrico corretamente

Ao trabalhar, por exemplo, com geradores de eletricidade e energia, manutenção elétrica, ferrovias e em algumas indústrias, existe o risco de ser exposto ao arco elétrico.

 

O arco elétrico cria uma maciça radiação de calor que pode queimar a pele. O ar quente da explosão pode alcançar 10.000 ° C, o que representa um significativo alto risco de queimaduras. O calor intenso pode inflamar a luva, por isso é importante que as luvas protejam contra ignição e fusão. As mãos são uma das partes do corpo mais expostas ao trabalhar com etricidade.

Tranemo recomenda:

 

  • Use as luvas! As mãos são a parte mais exposta do corpo!
  • Use luvas secas! Luvas húmidas ou molhadas podem causar vapor que reduzirá significativamente a proteção.
  • Luvas desgastadas oferecem uma proteção reduzida.
  • Use luvas limpas! As luvas são anti-fogo mas o óleo e a sujidade nas luvas podem provocar queimaduras.
  • É uma boa ideia trazer um par de luvas extra caso as primeiras se molhem ou sujem durante o dia de trabalho.
  • Use o tamanho correto! Luvas adequadas reduzirão o risco de estorvar durante o trabalho.
  • Deixe outro vestuário de trabalho de proteção se sobrepor às luvas nos pulsos.

EN 407

EN 407
Luvas de proteção contra riscos térmicos (e/ou incêndio)

Esta norma é usada para luvas de proteção que protegem as mãos contra calor e/ou chama; fogo, calor por contato, calor por conveção, calor radiante, pequenos salpicos ou grandes quantidades de metal fundido.


Todos os riscos testados fornecem um resultado dividido em diferentes níveis e o símbolo da norma é
complementado com os termos abaixo.

  

CódigoExplicação dos termos
A

Comportamento da inflamabilidade

Quão inflamável é a luva, o material derrete, com que rapidez a chama se apaga? Mede o tempo que uma chama aberta e o brilhante leva a extinguir depois que a fonte de ignição for removida, 1-4. (o nível 3 ou 4 é classificado como anti-fogo)
BCalor de contatoA luva deve isolar do calor de contato e não deve derreter. Este teste mede a exposição a objetos quentes com aquecimento limitado das mãos durante 15s, 1-4. (nível 1=100°C, nível 2=250°C, nível 3=350°C, nível 4=500°C)
CCalor convectivoA luva deve isolar do calor convectivo e impedir a penetração de ar quente ou vapor. O teste mede o tempo de penetração do calor, 1-4. (4 é o nível mais alto)
DCalor de radiaçãoA luva pode refletir ou absorver a radiação de calor e a pele deve ser protegida do impacto. O teste é calculado em 20 kW/m² e resulta em nível1-4 (4 é o nível mais alto)
EPequenos salpicos de metal fundidoTeste com pequenos salpicos de metal fundido, 1-4 (4 é o nível mais alto)
FGrandes salpicos de metal fundidoTeste com grandes salpicos de metal fundido, 1-4 (4 é o nível mais alto)


ASTM F2675

Valor ATPV para luvas de proteção

Os testes às luvas de proteção testadas de acordo com a norma ASTM F2675 são realizados para determinar a classificação do arco (ATPV ou EBT) de uma luva.

EN 61482-1-2, Ensaio em caixa

Este teste de arco elétrico fornece uma aprovação ou reprovação nas duas configurações de teste abaixo:

APC 1 - 168kJ (4kA, 400V)
APC 2 - 320kJ (7kA, 400V)
O teste é modificado para luvas, pois as luvas não estão incluídas nesta norma nem neste método de teste.


EN 407

EN 388
Luvas de proteção contra riscos mecânicos

Esta norma define o desempenho mecânico e o teste relevante da luva de proteção. A luva é testada quanto à resistência ao abrasão, resistência ao corte, resistência ao rasgo, resistência à perfuração e proteção contra impacto. A EN 388 resulta num valor de A-F. Todo o risco testado fornece um resultado dividido em diferentes níveis e o símbolo da norma é complementado com os termos abaixo.


CódigoExplicação dos Termos
AResistência à abrasão1-4 (4 é o nível mais alto)
BResistência ao corte (teste de
golpe), teste mais antigo opcional
1-5 (5 é o nível mais alto)
X indica que o teste não foi realizado
CResistência ao rasgo1-4 (4 é o nível mais alto)
DResistência à perfuração 1-4 (4 é o nível mais alto)
EResistência ao corte ISO 13997A-F (F é o nível mais alto). A=2N, B=5N, C=10N, D=15N, E=22N, F=30N
FProteção contra impactoIndica apenas se o teste foi realizado. P = alcançado


EN 420 / EN ISO 21420
Luvas de proteção - Requisitos gerais e métodos de teste

Esta norma define os requisitos gerais e os procedimentos de teste relevantes para o design e construção das luvas, resistência dos materiais das luvas à penetração da água, conforto e eficiência, marcação e informações fornecidas pelo fabricante.


ANSI CUT

ANSI CUT
Norma Americana para resistência ao corte

Como complemento à norma europeia, a Eureka utliza o teste ANSI para resistência ao corte. Isto serve para alcançar um maior intervalo de resultados, A1-A9. O resultado é dado em Newton. Os métodos de teste são os mesmos da EN 388.

Protective Gloves